Eletroímã Padrão

O eletroímã padrão tem grande utilidade na indústria em geral.

O transporte interno de volumes é um desafio para o setor industrial. Ele ocorre na transferência desses volumes de uma etapa a outra do processo produtivo, da linha de fabricação para o armazém e em diversos processos de produção e logística.

Em algumas situações, esse transporte pode se dar em ambientes de alta temperatura, que geram condições pouco convidativas para a ação humana.

No setor metalúrgico e em oficinas de usinagem é comum o transporte de pesados corpos metálicos dentro do processo de fabricação, assim como em outras atividades industriais.

Ao mesmo tempo, a produção industrial reclama agilidade, produtividade e economia de custos para que a empresa se mantenha competitiva, atenda seus pedidos e obtenha lucro.

Com isso, a automação desses processos de transporte interno de volumes torna-se algo obrigatório. Ferramentas automáticas ou semiautomáticas são muito bem vidas nesse contexto.

Entre elas estão as ferramentas que utilizam a atração magnética como recurso para movimentar volumes. Utiliza-se nesses equipamentos aplicações com eletroímã e ímã natural.

O que é eletroímã padrão?

Dentro do âmbito das soluções que usam sistemas eletromagnéticos está o eletroímã e suas aplicações.

Um eletroímã tem seu núcleo formado por um material eletromagnético, cuja matéria pode ser o ferro, níquel, aço ou outro elemento ferromagnético.

Esse núcleo eletromagnético é revestido por uma estrutura de aço carbono ao longo de suas extremidades, podendo ser fabricado com diferentes dimensões, de acordo com a aplicação a que se destina o eletroímã padrão.

Esse equipamento opera a temperaturas que podem chegar a 100ºC e pode ser aplicado a condições produtivas contínuas ou intermitentes, uma vez que o controle e a alimentação são feitos por um operador usando corrente elétrica.

A corrente elétrica é conduzida por um cabo de alimentação elétrica, que está ligado ao eletroímã padrão. A corrente elétrica magnetiza o núcleo eletromagnético, que passa a exercer força de atração sobre objetos metálicos.

Eletroimãs e suas utilidades: Embora tenha papel importante como bem de apoio à produção, o eletroímã pode fazer parte dos próprios produtos fabricados. É o que acontece, por exemplo, com a indústria de segurança, geradores e motores elétricos, assim como diversos outros produtos em que haja alimentação elétrica como indutor de funcionamento.

Aplicações do eletroímã padrão

  • Transporte de volumes industriais;
  • Aplicação em equipamentos e sistemas elétricos;
  • Outros.

PEDIDO DE ORÇAMENTO

Open chat